Project Description

TIPO:
Residencial

LOCAL:
Porto, Portugal

DATA:
2018-

CLIENTE:
Domus Social, Emp. de Habitação e Manutenção do Município do Porto

AUTORIA:
Maria Amarante
Conceição Mestre

COLABORAÇÃO:
Rita Almeida
Joana Dias

ENGENHARIA:
STUCCO

PAISAGISMO:
Cirurgias Urbanas I,
Arboricultura e Arquitectura Paisagista

FOTOGRAFIA:
Cirurgias Urbanas II,
Arquitectura e Reabilitação

Edifício Comércio do Porto

O edifício Comércio do Porto insere-se no Centro Histórico do Porto formando, no seu conjunto, uma frente urbana de elevado valor arquitetónico, considerada património classificado.
O desenvolvimento do projecto teve por base duas intenções fundamentais: preservar a utilização do edifício, preferencialmente para fins habitacionais, e compatibilizar as tipologias propostas com os agregados familiares que atualmente ocupam as frações do edifício.
Apesar do edifício estar habitado, encontra-se em fraco estado de conservação. Esta degradação resulta da evidente falta de manutenção, sendo visíveis os danos por entrada de água pelas coberturas e empenas e também por via de adulterações à estrutura original do edifício. Nomeadamente, sobre a zona do logradouro, foram construidas ampliações, de forma ilegal e rudimentar, cobrindo todo o pátio posterior, em vários pisos, abdicando da iluminação natural dos compartimentos do alçado tardoz para ampliar o espaço interior. O resultado é uma amalgama de espaços sem iluminação e ventilação natural, insalubres e que atualmente se encontram muito deteriorados.
Assim, a reabilitação consistirá na reposição das características técnicas e funcionais existentes, integrando tanto quanto possível as exigências funcionais, de modo a proporcionar melhores condições de conforto e de habitabilidade aos utilizadores, intervindo na perspetiva da reutilização de materiais e de componentes preexistentes, nomeadamente preservar e restaurar o desenho dos elementos originais da fachada, mantendo o desenho das caixilharias, das portadas, da porta de entrada, e a conservação e restauro dos azulejos e dos elementos em ferro como as guardas das varandas. O piso recuado manterá o revestimento com os escudetes de ardósia e chapa ondulada, que também reveste as empenas. No desenho das carpintarias como portas, rodapés, escadaria, corrimão, procurar-se-á, sempre que possível, reconstruir tendo por base o desenho original.

Project Details

Categories:

residencial

Project Date:

Março 20, 2020